segunda-feira, julho 28, 2008

Casa de Cacela

Cacela Verde é uma inspiração. Um Algarve alentejano.
Onde desaparece o corre-corre, onde o betão ainda não comeu o pasto por inteiro, onde o silêncio é ainda de ouro.

Em Vila Nova de Cacela, no
lado de lá da estrada, para dentro, encontramos a Casa de Cacela.
Um projecto com cerca de 3 anos, um casa rústica, decorada com muito gosto e adornada com a simpatia de quem a estima.

O quarto destinado era Pêssego. Paredes purpura contrastavam com as madeiras escuras, castanhas, as portadas verdes, as colchas e almofadas de outro tom. Tudo parece colocado ao detalhe, os cabides alinhados, para o mesmo lado, de madeira escura. A colcha branca, guardada para tempos mais frescos. Ar condicionado, televisão, som, porta para a piscina e porta para o interior da casa. Ao fundo, a casa de banho laranja, é pequena mas suficiente. Atoalhados bordados com a identidade da casa, um pormenor.

Adormecemos ao som de nada e acordamos no silêncio mudo, apenas rompido pelo delicioso tilintar dos talheres de quem nos põe a mesa no páteo para o pequeno almoço. Uma mesa corrida dentro de casa oferece-nos as melhores compotas algarvias - caseiras, claro está - pão fresco, croissants, pães de leite, qiejos de várias nações, cereais, iogurtes, fiambre, papaia, manga, kiwi, ananás, bolachas de água e sal, tostas, café, leite, sumo natural. Perdi-me diariamente pelo doce de figo com queijo de cabra fresco.

A casa é grande, os quadros predominam. Assinados "JCB". Falam espanhol. Encontro um que só de lado, em posição especial, consegui decifrar manchas. Letras. Português. Uma declaração de amor?
"oh Bela"

Outra, sem palavras.

A sala do fundo, junto a um bar self service (águas, bebidas, café expresso, etc.), muito acolhedora nos seus tons de ferrugem, acolhe a lareira que promete dias de Inverno no seu aconchego.


Do jardim de relva bem cuidada, brota a piscina sempre
fresca e as cadeiras, bancos, mesas acompanham nos verdes e amarelos e fazem esquecer a praia.


















A voltar certamente, contando com a
hospitalidade da N. e da A.
Casa de Cacela



"Às vezes é como se a vida pudesse fazer sentido"

JCB

Aqui faz.

3 Comments:

Blogger jcb said...

Obg.

8:08 da tarde  
Blogger jcb said...

Obg. Abç.

8:08 da tarde  
Blogger ne said...

gostei mt do seu blog, e muito obrig pelos comentarios a casa de cacela, bjs N

7:50 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

free website stats program