domingo, junho 21, 2009

Frade por uma noite


Anda na boca das revistas, dos sites dedicados.
Mas constatar que fica em pleno Lumiar, é de facto uma surpresa. O nome, "
Quinta dos Frades" não joga com "Chakall", o argentino e executive chef de serviço. Pelo que, à aventura, restava descobrir que combinação seria esta, qual ligação a Buenos Aires.

Num prédio perfeitamente vulgar, longe da "noite" portuguesa (mas de facto, quem
é que disse que tinha ser perto?) mas onde se destaca a entrada do restaurante, discreta mas assinalada com elegância e sofisticação, ei-lo.

O interior não desaponta, os tectos altos, os candeeiros estilhaçados em preto, as mesas compostas a gosto despretensioso, e os cadeeiros baixos, para atingir o cosy, a meia luz. O serviço está ao nível, recebe-se bem, como estamos habituados no Norte (Quarenta e Quatro, etc.), e muito raramente em Lisboa (excepções devidas para a Travessa e para o Eleven, em relativa comparação), que é uma coisa que normalmente me irrita solenemente.

A carta tem a faculdade de centrar pratos portugueses, pelo que não falta o bacalhau e o polvo à lagareiro, e outros afins, com as devidas "personalizações" do Chef. À entradas, o queijo de cabra gratinado em morcela brazeada com sultanas, estufado de figo e moscatel de Setubal, é simplesmente divinal, mesmo para quem pode não apreciar morcela. No entanto, às saudades dos ravioli de abóbora do Lucca, respondo, embora com hesitações, com uns fantásticos ravioli de beringela. O bacalhau lascado em cama de puré de grão, grelos salteados e amendoas é o prato "estrela" (em paralelo ao bife) e de facto, não só só aparências, recomenda-se.
Só as sobremesas, no entanto, carecem de maior originalidade na carta.


Dizem que cozinham paixão e compreende-se então este espaço, uma quinta, como que dedicado à recriação da cozinha típica portuguesa (ou pelo menos os seus típicos ingredientes) para ser saboreada por quem gosta de bem comer (e beber, assim consta) - não sei se os frades, mas reza a história que sim.


Quinta dos Frades
Rua Luis de Freitas Branco 5-D Lisboa
217598080
Seg a sexta almoço: 12h30-15h30
Seg a quinta jantar: 19h30-23h30
Sextas e Sabados: 20h30-01h00 (viva! mais uma cozinha aberta depois das 22h30 que não fica no Bairro Alto...)

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

free website stats program